Palatine decide o futuro dos videogames após o fim da moratória

Os conselhos de aldeia do Palatinado decidiram na segunda-feira, 17 de abril, que os únicos estabelecimentos seriam os 11 bares e restaurantes da cidade que atualmente possuem licenças de videogame (VG), que foram aprovadas um mês antes de uma moratória sobre novas licenças em setembro de 2022 que oferecem este formulário de entretenimento até ao fim da moratória a 30 de agosto.

Nesse ponto, o conselho revisará a moratória e decidirá se continua com os videogames e também determinará se o reinvestimento é necessário.

Quando o conselho da aldeia aprovou originalmente o decreto VG em abril de 2022, havia planejado um período piloto de dois anos até 30 de junho de 2024, com o objetivo de fornecer à aldeia informações sobre se o VG deveria prosseguir, com o objetivo de compensar o impacto das horas reduzidas da licença para bebidas alcoólicas.

“Acredito que, devido a essa mudança, as operações ficaram neutras ou talvez até adiantadas em termos de lucros”, disse o gerente do Village, Reid Ottesen.

O prolongamento da moratória até ao final de agosto vai dotar a aldeia de um ano de dados, já que nove dos estabelecimentos licenciados começaram a oferecer videojogos em agosto passado, enquanto os restantes dois só lançaram videojogos em fevereiro passado.

“O conselho da aldeia estabeleceu o período inicial para experimentar o jogo em dois anos”, disse Ottesen. “Não se trata realmente de quantos dados são suficientes para um período normal de tempo.”

Para solicitar uma licença VG, um estabelecimento deve possuir uma licença de álcool Classe D ou N, estar em operação há pelo menos 12 meses no momento da solicitação e estar em situação financeira regular em relação à aldeia. A taxa de licença VG é de $ 5.150.

“Faz apenas cinco semanas que todos os 11 estabelecimentos oferecem jogos de azar e esperar até pelo menos agosto permitirá um período inicial de um ano”, disse Ottesen.

Apoie as notícias locais assinando o Journal & Topics impresso ou online.

By Carlos Henrique

"Introvertido amigável. Estudante. Guru amador de mídia social. Especialista em Internet. Ávido encrenqueiro."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *