Afinal, a TAP não regressa à Venezuela no próximo mês de Dezembro, conforme inicialmente previsto.

Segundo comunicado do Instituto Aeronáutico Civil da Venezuela, os aeroportos de Maiquetía, Maracaibo, Porlamar, Barcelona, ​​Barquisimeto, Valência, Punto Fijo, San Antonio del Táchira, Santo Domingo, Puerto Ordaz, Maturín e Caracas continuam proibidos de voos internacionais , de 11 de novembro a 11 de fevereiro.

A nota emitida pelas autoridades venezuelanas afirma que fora dessas proibições encontram-se “as operações aerocomerciais entre a República Bolivariana da Venezuela e os países irmãos Turquia, República Dominicana, México, Irã e Panamá”.

Essas medidas, segundo o Instituto de Aeronáutica Civil da Venezuela, vão em conformidade com as normas do Executivo Nacional para conter a propagação da pandemia covid-19.

Recorde-se que em setembro foi noticiado que a TAP retomaria as operações para Caracas a partir de 15 de dezembro, com dois voos semanais. A ligação Lisboa-Caracas prestada pela transportadora aérea nacional está suspensa desde fevereiro deste ano.

O documento divulgado pela própria companhia aérea adianta que a partir de dezembro “a TAP vai começar a operar dois voos semanais entre as capitais de Portugal e da Venezuela, às terças e sextas-feiras, com partida de Lisboa às 10h00 e chegada a Caracas às 14h40 ” “No sentido contrário, os voos da TAP partirão da Venezuela às 17h10, com chegada ao aeroporto Humberto Delgado às 5h15 do dia seguinte (hora local)”, informa a empresa.

Com esta nova medida das autoridades venezuelanas, esta ligação entre Portugal e a Venezuela está assim suspensa até 11 de fevereiro.

By Carlos Eduardo

"Fã de música. Geek de cerveja. Amante da web. Cai muito. Nerd de café. Viciado em viagens."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *