SP dá a oportunidade de abrir a loja 4 dias úteis e 6 horas na fase laranja - 02.07.2020

O governo de São Paulo anunciou hoje a atualização do plano de reabertura gradual da economia. O regulamento, que será publicado nos próximos dias, lojas autorizadas nas regiões que estão na fase laranja (controle) terá a oportunidade de abrir quatro dias úteis com seis horas de trabalho contínuas.

Atualmente, a fase laranja permite que shoppings, concessionárias, lojas de rua e escritórios trabalhem quatro horas por dia, todos os dias, com capacidade limitada a 20%. A medida é uma maneira de melhorar a gestão dessas empresas.

“Para permitir maior planejamento comercial e garantir a segurança do ponto de vista da saúde. Este foi um ponto autorizado, que será incluído e estará sujeito a regulamentação nos próximos dias para trabalhar na fase laranja”, disse hoje a secretária de Desenvolvimento Econômico Patricia Ellen em comunicado à imprensa. conferência no Palácio dos Bandeirantes.

A atualização do plano de São Paulo, chamada de programa de reabertura, seguiu uma proposta do prefeito de São José do Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), que proclamou o secretário de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi. A solicitação foi enviada ao comitê de saúde para avaliar o risco epidemiológico.

Após a análise, as autoridades de saúde perceberam que a abertura durante esses períodos não aumentava a possibilidade de infecção, desde que os protocolos fossem seguidos. O decreto será aprovado por decreto a ser anunciado pelo governador João Doria (PSDB), e a medida entrará em vigor na próxima semana.

As regiões da fase laranja são: Baixada Santista, São José do Rio Preto, Taubaté, Campinas, São João da Boa Vista, Araraquara, Barretos, a sub-região oeste da região metropolitana de São Paulo, a sub-região norte da região metropolitana de São Paulo e a sub-região leste da região metropolitana São Paulo.

Outra atualização do programa de reabertura será a publicação de um protocolo estadual sobre o trabalho de alguns setores, como salões de beleza, academias, teatros, cinemas e salas de concerto. As informações foram fornecidas pelo Secretário de Estado para o Desenvolvimento Regional Marco Vinholi, durante a conferência de imprensa de hoje no Palácio dos Bandeirantes.

O lançamento do setor, no entanto, não tem data confirmada e depende do progresso das regiões do estado no plano de São Paulo. Mas as academias estão na fase 4 do programa de reabertura, e teatros, cinemas e parques públicos estão na fase 5. Esses protocolos estaduais contêm regras sanitárias mínimas e o trabalho só ocorre após a assinatura de um acordo entre as entidades representativas dos setores e cada prefeitura.

Vinholi comentou que a redação do protocolo reflete a melhoria nos dados do Covid-19 em São Paulo. Quando a média de mortes é média nos últimos sete dias, o estado registrou reduções. Ontem, o declínio foi de 12,5%, informou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. As probabilidades não são o fim de novos casos e mortes, mas a velocidade que ocorre diminui.

A situação é considerada sob o controle da região metropolitana de São Paulo e da Baixada Santista, disse o coordenador do Centro de Emergências. coronavírusPaulo Menezes. Ele espera que o número de áreas do interior melhore nas próximas semanas, o que ele vê como conseqüência de nove regiões estarem na fase vermelha, quando elas abrem apenas atividades importantes.

By Daiana Juli

"Typical internet junkie. Entrepreneur. Reader. Web lover. Thinker. Future teen idol. Bacon scholar. Music aficionado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *