É sabido que quando Donald Trump venceu as eleições de 2016, Melania começou a chorar – de tristeza – porque, segundo uma amiga, “nunca esperava que ele ganhasse”. Na época, Melania esperou cinco meses para se mudar da antiga casa do casal em Nova York para Washington. A suposta razão é que ele estaria esperando seu filho Barron terminar seus estudos.

Agora, depois de perder a eleição presidencial, Donald Trump se prepara para perder sua esposa também. Segundo a ex-assessora do presidente da Casa Branca, Omarosa Manigault Newman, Melania Trump “está contando os minutos até deixar o cargo para se divorciar”.

Omarosa Newman disse ao Daily Mail que, embora Melania desejasse se separar por algum tempo, “se ele tentasse continuar a humilhação de partir enquanto era presidente, Trump encontraria uma maneira de puni-la”. Por isso, o divórcio só deve ser oficializado a partir de 20 de janeiro, data da posse de Joe Biden.

Outra ex-conselheira da Casa Branca, Stephanie Wolkoff, também disse que o presidente e a primeira-dama dormiam em quartos separados na Casa Branca, enquanto Melania negociava um acordo pós-nupcial para dar a Barron uma divisão igual na família. A fortuna de Trump.

Mas pouco se saberá sobre o relacionamento do casal porque, como aconteceu com a segunda esposa de Trump, Marla Maples, o acordo pré-nupcial impede a mulher de escrever qualquer livro ou dar entrevistas sobre o relacionamento.

O divórcio, porém, não surpreende os olhos mais curiosos, já que a tensão entre o casal foi observada publicamente inúmeras vezes.

By Carlos Eduardo

"Fã de música. Geek de cerveja. Amante da web. Cai muito. Nerd de café. Viciado em viagens."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *