Alcaraz empurra Borges para o lado em Barcelona

O número dois do mundo, Carlos Alcaraz, começou sua preparação tardia para o Aberto da França com uma vitória enfática na segunda rodada sobre Nuno Borges no Aberto de Barcelona na terça-feira.

O adolescente espanhol estava de volta à ação depois que problemas nas mãos e nas costas o forçaram a desistir de sua estreia em 2023 no saibro europeu no Masters de Monte Carlo da semana passada.

A cabeça-de-chave varreu o mundo sem ter.

“Eu me sinto ótimo”, disse Alcaraz, que jogou na superfície pela primeira vez desde o Rio de Janeiro, em fevereiro.

Alcaraz se aposentou de Monte Carlo com as lesões que atrapalharam sua última apresentação, nas semifinais de Miami, onde sucumbiu a Jannik Sinner.

Alcaraz chegou a Miami como nº mundial.

A tentativa do jogador de 19 anos de defender com sucesso um título de nível Tour pela primeira vez começou da melhor maneira possível quando ele expulsou Borges aos 63 minutos em campo com o nome de Rafael Nadal, outro ausente de Monte Carlo.

Além de erros não forçados que permitiram a Borges recuperar uma pausa no oitavo jogo, o Alcaraz mostrou poucos sinais de ferrugem.

Ele só permitiu aos portugueses mais um jogo em uma partida desigual.

O campeão do US Open de 2022 converteu cinco dos sete break points para continuar sua busca pelo terceiro título da temporada, depois de Indian Wells e Buenos Aires.

“Mexa-se bem, bata muito bem na bola, então jogar aqui no Barcelona me dá muita confiança”, disse Alcaraz. “É um lugar muito especial para mim.”

Casper Ruud, terceiro cabeça-de-chave da Noruega, venceu por 6-2, 7-6 (7-1) contra o americano Ben Shelton para se preparar para um duelo com Francesco Passaro ou Francisco Cerundolo.

não/jc/ea

By Patricia Joca

"Professional troublemaker. Friend to animals everywhere. Social media expert. Dedicated analyst. Amateur entrepreneur."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *