A Rússia ‘não perdoará’ os EUA por negar vistos de jornalista.

MOSCOU (AP) – A Rússia disse neste domingo que os Estados Unidos negaram vistos a jornalistas que desejam cobrir a viagem do ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, a Nova York, e Lavrov sugeriu que Moscou tomaria fortes medidas de retaliação.

Não houve comentários imediatos do Departamento de Estado dos EUA sobre a alegação de vistos negados. Os jornalistas queriam relatar a aparição de Lavrov nas Nações Unidas por ocasião da presidência russa do Conselho de Segurança.

“Um país que se autodenomina o mais forte, mais inteligente, mais livre e mais justo recuou e fez algo estúpido ao mostrar o que realmente valem suas declarações que protegem a liberdade de expressão e o acesso à informação”, disse Lavrov, antes de deixar Moscou no domingo.

“Tenha certeza de que não seremos esquecidos e não seremos perdoados”, disse ele.

“Enfatizo que encontraremos maneiras de responder para que os americanos pensem muito sobre não fazer isso”, disse o vice-ministro das Relações Exteriores, Sergei Ryabkov.

A briga ocorre em meio a altas tensões com Washington sobre a prisão no mês passado do repórter do Wall Street Journal Evan Gershkovich, a quem a Rússia acusou de espionagem. Os Estados Unidos o declararam “detido ilegalmente”.

Muitos jornalistas ocidentais estacionados em Moscou deixaram o país depois que a Rússia enviou tropas para a Ucrânia. A Rússia atualmente exige que jornalistas estrangeiros renovem seus vistos e credenciamentos a cada três meses, em comparação com uma vez por ano antes do início dos combates.

By Gabriel Ana

"Passionate student. Twitter nerd. Avid bacon addict. Typical troublemaker. Thinker. Webaholic. Entrepreneur."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *