A Prisão do Condado de Santa Fé planeja introduzir uma nova tecnologia para melhorar a segurança dos presidiários

CONDADO DE SANTA FE, NM (KRQE) — Uma prisão onde uma dúzia de detentos morreram nos últimos três anos está lançando uma nova tecnologia para monitorar melhor a saúde dos detentos. A Cadeia do Condado de Santa Fé tem atualmente 270 detentos. Os presos recebem cheques regulares de bem-estar pessoal, mas em breve esses cheques serão respaldados por um sistema de rastreamento digital.

“Acho que essa tecnologia nos dá uma capacidade aprimorada de nos alertar proativamente, melhorando assim nossos tempos de resposta a emergências”, disse o diretor da prisão do condado de Santa Fe, Derek Williams.

Atualmente, os agentes penitenciários usam registros para anotar quando fazem suas verificações de bem-estar. Esta nova tecnologia irá alertá-los quando eles precisarem fazer essas verificações de bem-estar animal regularmente. “Leve um pequeno tablet com você nas rondas para que eles possam tirar fotos se houver preocupações”, disse Elias Bernardino, vice-gerente do condado.

Enquanto isso, os presos com problemas médicos usam um dispositivo, semelhante a um Apple Watch, que monitora seus sinais vitais e alerta os policiais quando surge uma emergência. “Os presos que encontram problemas mais crônicos ou sérios podem se concentrar em nos alertar sobre os sinais vitais e ficar de olho nesses tipos de preocupações”, disse Williams.

A prisão está nos estágios iniciais de introdução dessa tecnologia. Até agora, eles avaliaram seu sistema atual e dizem que precisam se concentrar em melhorar seu Wi-Fi para seguir em frente.

Atualmente, não se sabe quanto custará a nova tecnologia. As autoridades dizem que esperam que a nova tecnologia seja implantada até junho de 2024.

By Carlos Henrique

"Introvertido amigável. Estudante. Guru amador de mídia social. Especialista em Internet. Ávido encrenqueiro."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *