Uma fêmea do leopardo da neve no zoológico de Louisville (Kentucky) deu positivo para o novo coronavírus, o primeiro animal da espécie a ser infectado com o vírus.

O felino, denominado NeeCee, está “com sintomas muito ligeiros”. Suspeita-se que a transmissão tenha se originado de um funcionário “assintomático” do zoológico, apesar das precauções que o parque implementou, informou a instituição em nota.

O zoológico aguarda os resultados dos testes de laboratório em dois outros leopardos da neve machos, Kimti e Meru, que também podem ter sido infectados pelo vírus covid-19.

“Os três gatos estão bem, com sintomas muito leves, enquanto o zoológico continua monitorando sua saúde de perto. Esperamos uma melhora contínua nos próximos dias e esperamos que os três se recuperem. No momento, nenhum outro animal apresenta sintomas” a mesma nota.

Nas últimas duas semanas, os três leopardos da neve, uma espécie em extinção, começaram a sofrer de pequenos problemas respiratórios, incluindo uma tosse seca ocasional.

“O risco de animais infectados, incluindo este leopardo da neve, transmitirem o vírus aos humanos é considerado baixo. Covid-19 continua sendo predominantemente uma doença transmitida de pessoa a pessoa”, disse a instituição, em comunicado. .

As três amostras de fezes, em vez de exames invasivos e da necessidade de anestesia, foram coletadas e enviadas a um laboratório da Escola de Medicina Veterinária da Universidade de Illinois no início de dezembro.

O veterinário do zoológico Zoli Gyimesi destacou que, “felizmente, até o momento”, com base em casos clínicos de gatos registrados em outros zoológicos do país, “a infecção por SARS-CoV-2 não parece ser uma ameaça às suas vidas”.

O leopardo da neve é ​​uma espécie de mamífero carnívoro que geralmente vive a uma altitude de cerca de 6.000 metros acima do nível do mar em montanhas remotas na Ásia Central.

Em abril, cinco tigres e três leões foram afetados pelo novo coronavírus no zoológico do Bronx, em Nova York.

A instituição que administra o zoológico de Nova York, a Wildlife Conservation Society, relatou que um tigre havia testado positivo para o novo coronavírus, a primeira infecção conhecida como covid-19 de um animal nos Estados Unidos.

By Carlos Henrique

"Introvertido amigável. Estudante. Guru amador de mídia social. Especialista em Internet. Ávido encrenqueiro."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *