Santos e promotores brasileiros chegam a acordo sobre caso de fraude

MP George Santos (RN.Y.) chegou a um acordo com o Ministério Público brasileiro para resolver um caso de fraude de 15 anos. de acordo com a CNN.

Como parte do acordo, Santos confessará oficialmente ter enganado um funcionário do Rio de Janeiro em US$ 1.300 em roupas e sapatos em 2008 e pagará os danos à vítima, informou a CNN.

Os promotores brasileiros retomaram o caso em janeiro, cerca de uma década depois que o caso foi arquivado porque as autoridades não conseguiram localizar Santos.

O acordo resolveria uma das muitas investigações enfrentadas pelo legislador calouro, que anteriormente admitiu ter mentido sobre seu passado na campanha de 2022 e enfrentou um escrutínio de suas finanças pessoais e de campanha.

O ex-companheiro de quarto de Santos, Gustavo Ribeiro Trelha, fez as últimas acusações contra o deputado, alegando no início deste mês que ele orquestrou uma operação de clonagem de cartão de crédito Roubar informações de caixas eletrônicos e cartões de crédito. Santos tem nega ter participado em qualquer “atividade criminosa” quando questionado sobre as alegações.

O republicano de Nova York também enfrenta investigações do Comitê de Ética da Câmara, do Procurador Distrital do Condado de Nassau, do Procurador Geral do Estado de Nova York, do Procurador Distrital de Queens e supostamente do Gabinete do Procurador dos EUA no Distrito Leste de Nova York sobre uma variedade de investigações sobre alegações .

Para as últimas notícias, clima, esportes e streaming de vídeo, visite The Hill.

By Gabriel Ana

"Passionate student. Twitter nerd. Avid bacon addict. Typical troublemaker. Thinker. Webaholic. Entrepreneur."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *