Todos nós lembramos dos problemas que a Samsung enfrentou no ano passado com o Galaxy Note 7, o aparelho tinha um problema na bateria que o fazia entrar em combustão. Além do prejuízo de milhares de smartphones premium inutilizados e custos com recall em todo o mundo, muitos consumidores entraram na justiça contra a empresa para receberem indenizações.

Até mesmo na Coreia do Sul a samsung enfrentou processos judiciais a respeito do aparelho, os compradores do Galaxy Note 7 se uniram e pediram um reembolso de 300 mil wons sul-coreanos para cada pessoa, cerca de 267 dólares. Com o decorrer da ação, o número de reclamantes chegou a 1900 pessoas e o valor total da multa em 935 milhões de wons (433 dólares por pessoa).

Mas a Samsung tem uma boa equipe jurídica, e hoje, uma corte sul-coreana decidiu em favor da empresa. Segundo a decisão, o recall e qualquer inconveniência gerada por ele são aceitáveis.

Um processo similar foi iniciado na justiça norte-americana, mas até o momento, nenhuma decisão foi tomada.

O Galaxy Note 7 foi recolhido de todos os países em setembro do ano passado e sua produção completamente encerrada em outubro. Os compradores do aparelho puderam optar pelo reembolso completo ou por outro smartphone da marca.

  • jairo

    Nada como ter bons advogados

    • Pegaram emprestados os do Fluminense kkkkkkk