O chefe da UEFA, Ceferin, determinou a Copa do Mundo de 2030 na Espanha e em Portugal

Futebol Futebol – Final da Liga dos Campeões Feminina – FC Barcelona x Olympique Lyonnais – Estádio Allianz, Turim, Itália – 21 de maio de 2022 O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, é visto nas arquibancadas antes da partida REUTERS/Alberto Lingria

Inscreva-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

5 de setembro (Reuters) – O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, disse nesta segunda-feira que tem certeza de que Espanha e Portugal vão sediar a Copa do Mundo de 2030.

Os dois países assinaram um acordo em 2020 para avançar uma candidatura conjunta para sediar o torneio e oficializaram em junho.

“Tenho certeza de que a Copa do Mundo de 2030 será realizada na Espanha e em Portugal”, disse Ceferin por videoconferência durante a abertura do congresso internacional “Football Talks”, em Lisboa, na segunda-feira.

Inscreva-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

“Esta candidatura é bem sucedida e faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para ajudar dois países que vivem e respiram futebol com paixão e têm boas infraestruturas”.

Um total de 14 estádios em 12 cidades foram oferecidos para estar entre os 11 estádios espanhóis esperados para sediar jogos se a candidatura ibérica for bem-sucedida na votação da FIFA em maio de 2024. Portugal vai oferecer três estádios para consideração.

A Espanha sediou a Copa do Mundo de 1982 e, junto com Portugal, lançou uma candidatura fracassada para sediar o torneio de 2018, que foi concedido à Rússia. Portugal nunca sediou uma Copa do Mundo, mas sediou o Campeonato Europeu de 2004.

Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai anunciaram uma candidatura sul-americana de quatro vias que pode ter valor sentimental, já que o Uruguai sediou a primeira Copa do Mundo em 1930.

As quatro associações do Reino Unido consideraram uma proposta conjunta junto com a Irlanda, enquanto a Bulgária, Sérvia, Grécia e Romênia também consideraram propostas conjuntas, embora ambas tenham sido descartadas.

Em 2018, o Marrocos anunciou que se candidataria para sediar o torneio em 2030, com relatos posteriores acrescentando que poderia ser um torneio conjunto com a Arábia Saudita e o Egito. De acordo com relatos da mídia, a China também poderia apresentar uma oferta.

O Catar sediará a Copa do Mundo este ano, seguido pelo Canadá, Estados Unidos e México em 2026.

Inscreva-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Reportagem de Fernando Kallas em Madri; Edição por Ken Ferris

Nossos padrões: A Política de Confiança da Thomson Reuters.

By Patricia Joca

"Professional troublemaker. Friend to animals everywhere. Social media expert. Dedicated analyst. Amateur entrepreneur."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *