A Ministra da Cultura emitiu uma nota de pesar em que “lamenta profundamente” o falecimento de Pedro Camacho, ex-director de informação da Agência Lusa, e destaca a sua competência e dedicação numa carreira profissional dedicada ao jornalismo.

No texto divulgado por seu gabinete, a ministra Graça Fonseca lembrou que Pedro Camacho, “em reconhecimento à excelência do seu trabalho, foi convidado a assumir a função de diretor de informação da Agência Lusa, entre 2015 e 2018, desde então tendo ocupado o cargo de diretor de Inovação e Novos Projetos “.

Na nota, o Ministro da Cultura sublinhou que “a sua competência e dedicação foram fundamentais para a Agência Lusa manter o seu serviço noticioso de referência”.

Marcando “uma carreira profissional dedicada ao jornalismo”, a nota lembra ainda que Pedro Camacho trabalhou em vários jornais como o Público e o Diário de Notícias onde, entre outras funções, foi responsável pelos respectivos editoriais de Economia.

“Entre 2005 e 2015 dirigiu a revista Visão, tendo deixado uma marca significativa na história e imagem desta publicação”, sublinhou o comunicado, que se concluiu com o envio de “sentidas condolências a familiares e amigos”.

By Carlos Henrique

"Introvertido amigável. Estudante. Guru amador de mídia social. Especialista em Internet. Ávido encrenqueiro."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *