O cientista austríaco Josef Aschbacher, que chefiou o programa europeu de observação da Terra em Copérnico, será o próximo diretor-geral da Agência Espacial Européia (ESA).

Josef Aschbacher assumirá como diretor da ESA por quatro anos, substituindo o professor Jan Wörner, cujo mandato termina em 30 de junho de 2021, disse a agência em um comunicado na quinta-feira.

Atualmente, o cientista austríaco é diretor de Programas de Observação da Terra da agência europeia e chefe do Centro Europeu de Observação da Terra (ESRIN), cargo que assumiu em 2016.

Josef Aschbacher, 58, é PhD em ciências naturais pela Universidade de Innsbruck, Áustria, e iniciou sua carreira na ESA em 1990 na ESRIN.

Entre 1991 e 1993 foi colocado no Asian Institute of Technology em Bangkok, Tailândia, como representante da ESA no Sudeste Asiático e quando regressou à Europa trabalhou até 2001 no Joint Research Centre da Comissão Europeia.

Em 2001, regressou à sede da agência europeia, em Paris, onde foi o principal responsável pelo avanço do programa europeu de observação da Terra Copernicus, coordenador do programa, tendo-se tornado chefe do departamento em 2006.

A partir de julho do próximo ano, Josef Aschbacher assume um novo desafio, com a direção de uma agência com um orçamento de mais de 6600 milhões de euros em 2020, com atividades que vão desde o monitoramento do planeta Terra ao sistema de posicionamento por satélite Galileo, por meio de pesquisas , transporte espacial e futuras missões à Lua e depois a Marte.

By Carlos Jorge

"Proud coffee expert. Webaholic. Zombie guru. Introvert. Avid beer aficionado. Analyst. Total TV practitioner. Award-winning foodie. Student."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *