Crédito: Foto: Divulgação / Benfica

Embora elogios tenham dominado o discurso do treinador Jorge Jesus, do Benfica, sobre o Everton Cebolinha, o popular treinador insistiu que continua a cortar o futebol brasileiro para o europeu, sobretudo nas exigências defensivas de toda a equipa.

Negociado pelo Grêmio por 20 milhões de euros no início de agosto, o Everton é presença constante na equipe com Jesus no Benfica, com um gol e cinco assistências em oito duelos:

“O Everton tem características especiais e por isso sempre faz a diferença nas partidas que disputou no Grêmio e também na Seleção Brasileira. Está se adaptando, pois o futebol europeu é exigente em termos de ter que conquistar espaço, ganhar espaço, sem ser individual. E sinto que há menos espaço aqui para poder jogar do que no Brasil ”, disse Jesus em entrevista coletiva, antes de falar sobre os outros brasileiros do clube:

Acompanhe as novidades do seu time no Facebook

“Ele está se adaptando, assim como o Pedrinho e o Gilberto. Existem três jogadores que não atingiram o seu nível. Mas eles têm muito talento. Everton é um jogador da seleção nacional e exigimos mais dele porque conhecemos as suas capacidades ”.

Para o técnico, que venceu o Grêmio com o Flamengo em 2019, o Everton não tinha o hábito de defender atuando pelo time gaúcho:

“No Grêmio, ele não defendia muito ou defendia muito pouco. O jogo foi ofensivo para ele. Aqui no Benfica precisa de ter outras jogadas defensivas que o afastem um pouco da baliza. São movimentos da equipe que ele está se adaptando, mas jogou todas as partidas. O desempenho ainda não é o seu auge normal, mas é sempre alto. Isso faz diferença nos grandes jogadores ”, concluiu.

Veja as declarações de Jorge Jesus sobre Everton:

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:

Galhardo desabafa após a expulsão, relembra a história e discorda do árbitro: “Estou muito chateado”

Torcedores do Grêmio ecoam as atuações de Ramiro e Luan contra o Inter e brincam: “Eles alcançam o pai e Davó”

Edenilson diz que o Inter entrou “desconectado” na derrota para o Corinthians; Coudet evita dar “desculpas” para o jogo

Siga o autor:

Sem YouTube

Sem instagram

By Patricia Joca

"Professional troublemaker. Friend to animals everywhere. Social media expert. Dedicated analyst. Amateur entrepreneur."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *