O contrato do experiente treinador com o clube de xadrez vai durar até o final da próxima temporada. Confiança demonstrada na inversão dos resultados

Oficializado como novo treinador da Boavista e orientador do primeiro treino no Estádio do Bessa, Jesualdo Ferreira abordou, esta segunda-feira, porque acolheu o convite xadrez e revelou o objectivo a cumprir no clube.

“Foi pela forma como fui convidado que me convenceram a voltar, (…) com vista a um projecto que considero interessante e de decisiva importância para o clube”, referiu inicialmente o “professor”, em a primeira entrevista como treinador boavisteiro, cujo contrato é válido até 2021/22.

Jesualdo Ferreira sublinhou que “as questões colocadas num momento que não é fácil motivaram ainda mais” a resposta positiva dada à administração quadriculada, que propôs ao treinador “devolver ao Boavista a confiança com que começou a época”.

O experiente treinador reconheceu que “face ao momento actual” do Boavista – foi recentemente eliminado pelo Estoril Praia da Taça de Portugal e ocupa o 15º lugar da 1ª Liga – “não se pode acreditar” no sucesso a longo prazo, mas ele mesmo garantia ter confiança.

“Acredito e toda a estrutura acredita que podemos caminhar para plataformas de melhor desempenho. O desafio está lançado”, sublinhou Jesualdo Ferreira, que confessou que os jogadores do Boavista estão “com saudades” de ter adeptos e deputados nas bancadas.

Por fim, o treinador de 74 anos, que já tinha passado pelo clube de xadrez em 2006, tendo trabalhado apenas “sete semanas” antes de ir para o FC Porto, referiu que esta saída abrupta serviu agora de motivação para o regresso aos panteras .

“A torcida não esquece da minha saída do clube. Como eu não esqueci. Durante o tempo que estive aqui, as pessoas foram tocadas, a forma como fui tratado. Eles sempre deixaram um rastro de gratidão em mim. eu, que está lá dentro, que disse que tinha que vir ”, concluiu Jesualdo Ferreira.

Jesualdo Ferreira, que já disputou 350 jogos na primeira divisão do futebol português, vai guiar os panteras negras pela primeira vez na sua visita ao Paços de Ferreira, no próximo domingo, no Estádio Capital do Móvel.

By Patricia Joca

"Professional troublemaker. Friend to animals everywhere. Social media expert. Dedicated analyst. Amateur entrepreneur."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *