As declarações de Jorge Jesus em resposta a Carcela, que afirmou após o jogo que a posse de bola do Benfica frente ao Standard Liège se parecia com o Barcelona, ​​estão a dar lugar a falar em Espanha.

Recorde-se que o treinador vermelho disse: “Só se fores o Barcelona há alguns anos, porque o Barcelona agora não tem nada. Nem quero que o Benfica se pareça com o Barcelona agora. Anos atrás, não me importo nem um pouco. »

A imprensa espanhola então ecoou essas declarações [veja as imagens na galeria associada]. O jornal AS cita Jorge Jesus e acrescenta: «O treinador português regressou este verão depois de ganhar tudo com o Flamengo e, apesar de não ter posto a cereja no topo do bolo com o tão almejado projecto (Cavani), chegaram jogadores suficientes para animar os adeptos : Darwin Núñez, Everton, Pedrinho, Waldschmidt, Otamendi, Gilberto, Vertonghen, empréstimo de Todibo … A temporada começou com um grande revés e o PAOK os empurrou para fora da Champions League no play-off, mas tudo mudou. »

«Desde então, o Benfica ganhou todos os jogos. Cinco em cinco no campeonato e dois em dois na Liga Europa, competição em que é um dos grandes favoritos para substituir o Sevilla. Jorge Jesus chega com o seu livro de futebol debaixo do braço e aos poucos o impõe, mas ficou claro que não está escrito na mesma língua do Barça de Koeman … », diz AS.

O Marca também relata as declarações de Jorge Jesus, dizendo que o treinador encarnado “criticou o Barcelona de Koeman” e que a comparação com a formação do Blaugrana “não lhe agradou bem”.

O Mundo Deportivo intitula a notícia com: «O treinador do Benfica desvaloriza o Barça de Koeman». Posteriormente, escreveu que Jorge Jesus “se distanciou dos elogios que um jogador de futebol rival lhe fez ontem no jogo contra o Liege Standard, comparando-o com a equipa do Barça” e ainda acrescenta que o treinador “levou mal o comentário”.

O jornal lembra que Ronald Koeman também foi treinador no Benfica e colocou a equipa do Barça em apuros na Liga dos Campeões 2005-06.

O Sport catalão escreve: «Jorge Jesus golpeia o Barça». O jornal afirma que “o treinador português não aceitou a comparação do Benfica com o actual Barça” e que “desvalorizou a formação de Ronald Koeman”.

By Patricia Joca

"Professional troublemaker. Friend to animals everywhere. Social media expert. Dedicated analyst. Amateur entrepreneur."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *