GameStop demite funcionários por vazamentos de Zelda: Tears Of The Kingdom Switch

No final de março, a Nintendo anunciou que lançaria um modelo oficial de Legend of Zelda: Tears of the Kingdom Switch OLED. Embora fosse para ser um momento surpresa para os fãs, a unidade já havia vazado online.

Agora, uma atualização revelou que uma das pessoas envolvidas neste vazamento foi demitida de seu emprego por violar a política da empresa. De acordo com Kotaku, a pessoa conhecida simplesmente como “Mike” era um funcionário da GameStop que compartilhou uma foto do banco de dados de inventário da empresa após o vazamento inicial em dezembro – especulou-se que o sistema será lançado antes do novo trailer de jogabilidade da Nintendo para TotK. ser revelado.

Cerca de duas semanas após o showcase, Mike foi demitido em 11 de abril. O que fica interessante são as alegações de que a Nintendo rastreou o vazamento até Mike por meio de seu Reddit e contas de mídia social associadas e “forçou a empresa a agir e exigiu que o funcionário fosse demitido por causa do vazamento”. Outro funcionário da GameStop teria confirmado a conta de Mike para Kotaku.

Mike aparentemente não achou que teria problemas, então ele “realmente não” tentou cobrir seus rastros ao longo do caminho. Durante o telefonema sobre sua renúncia, o gerente de Mike disse a ele: “Esta é sua empresa favorita e agora eles odeiam você.” Ai!

By Carlos Jorge

"Proud coffee expert. Webaholic. Zombie guru. Introvert. Avid beer aficionado. Analyst. Total TV practitioner. Award-winning foodie. Student."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *