Esports Dojo Arena visa construir uma comunidade de jogos de base em Vermont

Um dojo de esports em Vermont deseja iniciar uma comunidade de jogos em Vermont. O fliperama sediou uma casa aberta no sábado, onde crianças da 6ª à 12ª série entraram na arena dojo para mergulhar no mundo dos videogames. Jacob Starai, um calouro da Essex High School, disse: “É muito divertido. Você conhece muitas pessoas e coisas novas e joga jogos que normalmente não joga com frequência.”

O Dojo é projetado para fornecer aos jogadores uma oportunidade de melhorar suas habilidades e se tornar parte de uma comunidade. Com um número crescente de faculdades adotando programas de esports como o Champlain College, as bolsas de estudo para esports estão se tornando mais comuns. O coordenador de eventos esportivos do Champlain College, Jaden Gilmond, disse: “É uma maneira de me expressar e pode ajudar aqueles que querem jogar na faculdade.”

O proprietário do dojo, Grant Patterson, vê a brincadeira como um elemento crucial no desenvolvimento das crianças e explica que o objetivo é reunir as crianças para construir uma comunidade baseada no autoaperfeiçoamento. O proprietário acredita que habilidades reais são construídas por meio desses jogos de luta fictícios. “Quando você joga jogos de luta, aprende com as derrotas, aprende com os fracassos. Portanto, existe uma mentalidade que o torna resiliente a contratempos e focado em aprender para ter sucesso.”

O WNFC Esports Dojo está aberto a jogadores de todos os níveis de habilidade, de campeões estaduais a novatos. O dojo planeja ir a grandes eventos em todo o país no futuro. Patterson espera que o espaço evolua para uma comunidade onde as crianças se sintam protegidas, respeitadas e valorizadas.

By Carlos Henrique

"Introvertido amigável. Estudante. Guru amador de mídia social. Especialista em Internet. Ávido encrenqueiro."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *