A Google começou a realizar uma limpeza em sua loja de aplicativos após um escândalo revelado pelo BuzzFeed News onde a companhia de desenvolvimento “Do Global” estava ligada a uma fraude com anúncios. A empresa teve sua conta banida da Play Store juntamente com todos os seus aplicativos.

Visando uma punição ainda maior a desenvolvedora, o famoso aplicativo ES File Manager também foi removido da Play Store, isso porque, apesar de ser listado como pertencente a “ES Global”, o aplicativo na verdade fazia parte da “Du Global”.

Ao se realizar uma busca na internet, nota-se que a “Du” é apenas uma subdivisão da “Do Global”. Assim, ao que tudo indica, essas alterações na desenvolvedora do ES File eram apenas uma forma de tentar contornar o bloqueio imposto pela Google.

Após a remoção do aplicativo, o Google também bloqueou a conta de desenvolvedor da “ES Global”, sendo que a “Du Global” ainda não se manifestou oficialmente sobre o assunto. De toda forma, o ES File pode ter violado alguma regra da Play Store.

De acordo com analistas de segurança, o app contava com adware e até mesmo roubava dados. Agora, com a remoção da Play Store, resta aos usuários baixar opções mais seguras como o Files, que pertence ao próprio Google.