Dois homens armados foram presos na quinta-feira perto do Centro de Convenções da Filadélfia, na Pensilvânia, onde está ocorrendo a contagem de votos que pode decidir a eleição presidencial, disse a polícia local hoje.

Os detidos, de 42 e 61 anos, viajaram de Virginia Beach, na Virgínia, para aquele local em um veículo Hummer e sem licença de porte de arma na Pensilvânia, acrescentaram as autoridades.

De acordo com notícias da AP, os dois homens foram presos depois que o FBI na Virgínia alertou a polícia da Filadélfia sobre os planos dos detidos.

Os policiais pararam os homens na rua a um quarteirão de seu veículo, explicou a comissária de polícia da Filadélfia Danielle Outlaw.

O homem de 61 anos estava de posse de uma arma ‘Beretta’ de 9 mm e o homem de 42 tinha uma ‘Beretta’ calibre 40, acrescentou.

Uma metralhadora sem número de série e munição foi encontrada dentro do veículo.

Uma mulher que acompanhava os dois homens não foi detida, disse o procurador-geral Larry Krasner.

Essas prisões chamam a atenção em um momento em que as tensões aumentam nas eleições presidenciais dos EUA, mas as autoridades alertaram contra uma leitura excessiva da situação.

Não há evidência de envolvimento posterior neste caso ou de que os homens pertençam a algum grupo extremista, e o motivo de sua viagem à Filadélfia não foi revelado.

As projeções da mídia dos EUA atribuem os 264 votos de Biden aos “grandes eleitores” a Biden e 214 a Trump.

Será declarado vencedor o candidato que obtiver pelo menos 270 votos no Colégio Eleitoral.

By Carlos Eduardo

"Fã de música. Geek de cerveja. Amante da web. Cai muito. Nerd de café. Viciado em viagens."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *