OpenSignal, é uma empresa voltada para pesquisas sobre redes móveis, realizou um estudo sobre as condições das redes móveis no Brasil. O levantamento foi feito com base em dados de mais de 80 mil usuários do aplicativo da empresa, com planos de cinco operadoras: Vivo, Tim, Claro, Oi e Nextel.

Os cinco quesitos avaliados pela OpenSignal foram: cobertura 3G/4G, cobertura 4G, tempo sem sinal, velocidade de download em 3G e velocidade de download em 4G. Em cada critério, a operadora (ou as operadoras) com o melhor desempenho ganha uma medalha simbólica.

A Claro foi a que mais levou medalhas, com quatro – a operadora só não se saiu bem no quesito cobertura 3G/4G. Oi e Tim tiveram apenas uma medalha cada (tempo sem sinal e cobertura 4G, respectivamente), enquanto Vivo e Nextel tiveram duas cada (cobertura 4G e Tempo sem sinal para a Vivo, e Cobertura 3G/4G e tempo sem sinal para a Nextel).

Análise

De acordo com o OpenSignal, embora a Claro tenha recebido a maior pontuação geral, a diferença para o segundo lugar foi pequena. Na maioria dos testes, os resultados obtidos pela Vivo ficaram bastante próximos dos da rival, segundo o site.

O OpenSignal notou também que foi possível perceber melhorias na rede de cobertura e na qualidade de conexão das operadoras mesmo no período relativamente curto de 2 meses ao longo do qual o estudo foi realizado.

Com relação à velocidade das conxões 4G, o site notou que o desempenho das redes brasileiras superou com folga a média mundial de 11,7 Mbps. No entanto, o site aponta também para o fato de que a rede 4G brasileira ainda está relativamente descongestionada, e sugere que, conforme mais usuários começarem a ter acesso ao 4G, essas velocidades devem diminuir.

Ressalvas

Embora o site informe que os dados foram coletados a partir de 80 mil usuários do aplicativo do OpenSignal, a amostra não detalha o perfil do público nem sua localização. Ou seja, não há como garantir que os resultados obtidos reflitam de fato a realidade das redes móveis brasileiras.

Se todos esses usuários forem moradores de grandes centros urbanos, por exemplo, o resultado do estudo será claramente distorcido, já que, nessas áreas a cobertura das operadoras é melhor.

Outra ferramenta que pode ajudar a ter uma ideia da qualidade das redes móveis do Brasil é esse mapa. Elaborado pelo SIMET, o mapa permite verificar a qualidad das redes móveis em cada região do Brasil.