Como saber se um celular é pirata

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou recentemente uma medida que promete inutilizar os celulares piratas nas redes móveis do Brasil, isso quer dizer que celulares falsificados não poerão mais acessar qualquer tipo de rede móvel no país, mas o que pode parecer estranho é que muitas pessoas compram esses aparelhos por acharem baratos e pela falta de informação com relação a veracidade do aparelho.

Pensando nisso listamos aqui algumas dicas para saber se seu aparelho é realmente original ou não, lembramos que a medida imposta pela Anatel não cobre aparelhos originais e que foram importados ao país.

IMEI

O IMEI funciona de forma semelhante a um chassi de carro, ele é uma numeração única imposta a cada aparelho, ajudando a identifica-lo. A ausência desse código, que vem anotado na caixa ou no próprio telefone, configura a falsificação. Para descobrir se o seu telefone tem IMEI, basta discar para o número *#06#. Importante: não revele o número para ninguém.

Selo da Anatel

Este é um dos pontos mais importantes sobre aparelhos comercializados no Brasil, pois todos eles precisam obrigatoriamente contarem com um selo da Anatel que comprova a homologação do dispositivo. Esse adesivo geralmente fica na parte traseira, na bateria ou no manual de usuário do celular. Eles trazem código de barras, o número da homologação e marca.

 

Preço

Você viu um iPhone sendo vendido pelo preço muito mais baixo do que realmente custa? Ou um aparelho como o Galaxy S7? Se sim, desconfie. É bem possível o telefone em questão seja uma réplica que copia apenas o visual externo do aparelho, como os famosos HiPhones, por exemplo, que oferecem iPhones com o sistema operacional Android.

Detalhes

O nome dos aplicativos instalados está escrito de forma incorreta ou com fontes diferentes das tradicionais? O símbolo não é o mesmo? O telefone apresenta imagens de outras marcas ao ser ligado? Se sim, trata-se de um aparelho pirata.

Cores

Não caia no golpe de que a Apple lançou um iPhone na cor azul ou que a Samsung está investindo em um Galaxy vermelho. Verifique se as cores dos aparelhos são fiéis às que foram lançadas pelas marcas. Caso contrário, passe longe.

Logotipo da fabricante

Normalmente as réplicas vem com o logotipo da fabricante de forma estranha, ou como um adesivo no aparelho, as mais comuns são as como a da imagem abaixo, que é nítida a falsificação do logotipo.