Confirmado para fevereiro de 2021, o Copa do Mundo Interclubes da FIFA já tem quatro times garantidos na competição. Ainda sem um representante do futebol sul-americano, cujo nome será decretado no final de janeiro. Apesar de favorito, o Bayern de Munique terá as empresas de Al Duhail / CAT, Auckland City / NZL e Al Ahly / EGI.

Para a conclusão dos participantes deste próximo torneio, estão os vencedores da Copa Libertadores, representando a América do Sul, e o campeão da Liga dos Campeões da CONCACAF, liderando o melhor time da América do Norte.

Porém, entre os clubes já confirmados, saiba mais sobre cada campeão continental a seguir.

FC Bayern Munich

Bastante favorecido pelo título internacional, o multi-campeão alemão chegará ao torneio com o elenco completo, podendo até ter em sua equipe o provável melhor jogador do mundo: Robert Lewandowski. Dispensando comentários, a equipe de Flick possui uma mistura de experiência e juventude, como o próprio Lewa ao lado de Thomas Müller, Manuel Neuer, David Alaba e Jerome Boateng como líderes, enquanto Kingsley Coman, Serge Gnbary, Alphonso Davies, Josh Kimmich e cia representam o futuro da equipe da Baviera.

Na atual temporada a equipe é líder da Bundesliga, com 23 pontos e 7 vitórias em 10 partidas. Com folgas, o Bayern também lidera seu grupo na Liga dos Campeões, somando mais do que o dobro de pontos em relação ao segundo colocado. São 16 gols em apenas 5 jogos.

Al Duhail

Modesto time do Catar, o Al Duhail tem como estrela o ex-atacante Dudu. O elenco relativamente novo também inclui o ex-zagueiro da Juventus e titular da seleção marroquina, Mehdi Benatia. Com mais dois brasileiros no grupo – Luiz Ceará e Edmilson Júnior – a grande sensação do time é o meio-campista Khaled Mansour, de apenas 20 anos. Jogador da equipe de base do Catar, é o atleta mais valorizado financeiramente da equipe do Hatem Almoadab.

Quarto na Liga do Qatar, ele somou apenas 12 pontos em 7 jogos. Atualmente o maior goleador da equipe é Dudu, com 3 gols marcados na temporada.

Auckland City

Uma grande surpresa entre os participantes, o Auckland City tem o time mais modesto. Sem jogadores de futebol internacional de renome, a equipa é comandada pelo espanhol José Figueira. Os proprietários espanhóis também têm o goleiro EiiautZubikarai, o ex-Athletic Bilbao, o zagueiro e capitão Ángel Berlanga e o meio-campista Albert Riera.

Com dois gols marcados, Logan Rogersson é o maior goleador da equipe nesta temporada. Auckland está atualmente em terceiro lugar na Premiership da Nova Zelândia, atrás de Hamilton e Team Wellington.

Al Ahly

Tradicional seleção africana, o Al Ahly, dono de um dos maiores torcedores do mundo, estimado em cerca de 40 milhões de torcedores, é hoje uma das potências do torneio. Com uma base que compõe a equipe egípcia, a equipe é composta por jogadores experientes, como: Mohamed El Shenawy (capitão do goleiro), Ranni Rabia, Aliou Dieng, Hamdi Fathi e Junior Ayaji. Como curiosidade, o camaronês naturalizado brasileiro Geraldo (28), ex-Coritiba, é jogador do clube.

A atual temporada no Egito ainda não começou, preparando-se para as competições, o clube se fortaleceu no mercado trazendo o zagueiro Badr Benoun, de Raja Casablanca (1,69 milhões de euros) e Taher Mohammed, vindo de El Mokawloon (1, 10 milhões euros).

By Carlos Henrique

"Introvertido amigável. Estudante. Guru amador de mídia social. Especialista em Internet. Ávido encrenqueiro."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *