Código-fonte principal do iPhone é publicado no GitHub

A Apple é uma empresa que se preocupa muito com a segurança de seus usuários e, no dia de ontem, teve uma inesperada surpresa. Um usuário anônimo publicou no site GitHub o código-fonte principal do iPhone, chamado de iBoot, que é responsável pela inicialização do iOS.

O código foi removido pela Apple após um pedido de remoção de direitos autorais e é claro que o GitHub acatou o mesmo. No entanto, provavelmente alguém pode ter conseguido salvar o mesmo antes da remoção e isso não seria bom para a empresa.

O iBoot é responsável por iniciar o sistema verificando se o kernel do iPhone está assinado pela Apple, é possível comparar a BIOS nos computadores. De acordo com o código, o mesmo é da versão 9 do sistema, mas é possível que partes do mesmo ainda sejam utilizados na versão 11.

O autor de vários livros sobre os sistemas da Apple, Jonathan Levin afirmou que esse é o maior vazamento da história da empresa. Além de ressaltar que acredita que seja o código verdadeiro, por conta de seus estudos com engenharia reversa. Assim como ele, outro pesquisador da área de segurança afirmou que também acredita na veracidade do mesmo.

A Apple não se manifestou em público, mas removeu o código poucas horas depois utilizando um aviso legal da DCMA, que trata sobre os direitos autorais, afirmando que “O código-fonte “iBoot” é proprietário e inclui aviso de direitos autorais da Apple. Não é de código aberto.”. Com isso, pode se confirmar indiretamente que o código era verídico.

Sou usuário do iPhone, isso me afeta?

Para os usuários, isso não deve afetar, devido as melhorias feitas pela Apple na segurança dos dispositivos. Porém pode ser que surjam novos métodos para Jailbreak, que consiste em liberar funções e personalizações no sistema que é totalmente bloqueado pela Apple.

Fonte: Motherboard