Chrono Cross: The Radical Dreamers Edition foi lançado para preservar o jogo original

A Square Enix revelou que estava desenvolvendo um projeto de remasterização de Chrono Cross quando a empresa começou a temer que o jogo clássico de 1999 se perdesse com o tempo e se tornasse “injogável” em sistemas modernos.

Em uma nova entrevista, o diretor original do jogo, Masato Kato, e o compositor Yasunori Mitsuda reconheceram que, embora Chrono Cross: The Radical Dreamers Edition fosse originalmente uma forma de comemorar o 20º aniversário do RPG, eles também queriam que o jogo fosse jogável em o futuro sem compatibilidade com versões anteriores.

O nascimento de #CHRONOCROSS Entrevista com o diretor original Masato Kato e o compositor Yasunori Mitsuda

“Quando o projeto começou, Chrono Cross poderia ser impossível de jogar”, explicou o produtor de remasterização Koichiro Sakamoto em uma entrevista, conforme observado por GamesRadar+.

“Havia um serviço de arquivo de jogos no PlayStation 3 que permitia jogar jogos do PlayStation 1. Mas o PlayStation 4 já estava fora. Na época, não sabíamos se o PlayStation 4 também teria um serviço de arquivo de jogos. Parecia que Chrono Cross poderia se tornar impossível de jogar. Assim, um projeto de remasterização foi lançado. Essa é a história de fundo.”

No mês passado, a Square Enix prometeu finalmente corrigir os problemas que afetam a remasterização de Chrono Cross, conhecida como The Radical Dreamers Edition, em um novo patch, quase um ano após seu lançamento inicial no PC, PlayStation, Xbox e Switch.

Lançado em abril passado, Chrono Cross: The Radical Dreamers Edition oferece aos jogadores uma releitura suave do salto de dimensão de 1999 da Square, o PlayStation JRPG Chrono Cross, que vê um adolescente chamado Serge em uma realidade alternativa onde ele morreu quando criança.

By Carlos Jorge

"Proud coffee expert. Webaholic. Zombie guru. Introvert. Avid beer aficionado. Analyst. Total TV practitioner. Award-winning foodie. Student."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *