A OpenSignal é uma empresa que mede a velocidade das conexões a internet de forma global, ela divulgou nesta terça-feira, 20, o seu mais recente relatório, desta vez a respeito do quarto trimestre do ano de 2017 comparando a velocidade média do 4G em mais de 4 milhões de dispositivos analisados em 88 países.

E como era de se esperar a posição do Brasil no ranking não é uma das melhores, em comparação a velocidade média das conexões 4G no mundo, nosso país aparece em 52º, perdendo para boa parte da Europa, Ásia e América do Norte. Por aqui, o OpenSignal estima que o 4G atinja velocidade média de 19,67 Mbps.

Um ponto positivo no entanto é que o Brasil está a frente da maioria dos países vizinhos da América do Sul, como Uruguai (58º), Chile (59º) e Argentina (80º). Para a surpresa de muitos, também estamos melhores do que os Estados Unidos, que ficaram em 62º.

A liderança da lista vem sendo de Singapura, lá a velocidade média do 4G pode chegar a 44,31 Mbps, de acordo com os estudos do OpenSignal. Em segundo lugar aparecem os Países Baixos e, em terceiro, a Noruega.

A OpenSignal também mediu a cobertura do sinal, onde o Brasil cai muito no ranking ficando em 78º, com cobertura de 61,26%, e a apenas um passo de estarmos entre os dez piores colocados. No estudo, o Brasil perde apenas para locais como República Dominicana, Costa Rica, Irlanda e Equador, entre outros.

Os cálculos do OpenSignal foram feitos a partir de mais de 50 bilhões de medições realizadas entre 1 de outubro e 29 de dezembro de 2017. A conclusão do estudo é de que o mundo está chegando ao máximo que a tecnologia LTE pode oferecer em termos de velocidade, e que agora resta esperar pela chegada do 5G para um novo salto nos números.