Bagnaia domina o MotoGP Sprint Grand Prix of America

O campeão mundial Francesco Bagnaia conquistou uma vitória confortável no sprint do Grande Prêmio das Américas de MotoGP no sábado.

O piloto da Ducati largou da pole em Austin e dominou a corrida de 10 voltas para se recuperar da queda da última vez na Argentina.

Alex Rins na Honda-LCR foi segundo, com Jorge Martin terceiro em outra Ducati.

Marco Bezzecchi terminou em sexto para a equipe VR46 Ducati da lenda do motociclismo Valentino Rossi, mantendo a liderança no Campeonato Mundial, mas apenas um ponto à frente de Bagnaia.

Foi o estímulo perfeito para ‘Pecco’, que iniciou a defesa do título mundial de forma impecável em Portugal, vencendo o sprint e o grande prêmio.

Mas Bezzecchi chegou ao Texas com nove pontos de vantagem no campeonato, depois que Bagnaia terminou em sexto no sprint na Argentina e em 16º no próprio Grande Prêmio.

Ele mostrou que falava sério neste fim de semana, ao conquistar a pole com um recorde de volta e aproveitá-lo para cruzar a linha de chegada mais de dois segundos e meio à frente de Rins no terceiro sprint da temporada.

“Tive mais problemas na Argentina”, disse o jogador de 26 anos com um sorriso.

“Comecei bem e tentei forçar, manter o ritmo e conseguir a liderança. Agora tenho que me concentrar no amanhã, será mais difícil.”

O MotoGP introduziu o formato de sprint no estilo Fórmula 1 este ano, com as duas primeiras edições sendo Velozes e Furiosos.

Ao terceiro faltou a emoção de Portimão e Termas de Rio Hondo, como Bagnaia e a sua veloz Ducati provaram ser uma classe à parte.

Atrás dele, Martin cortou o pelotão e subiu ao pódio a partir do 12º lugar do grid.

O campeão mundial de 2021 da França, Fabio Quartararo, desistiu na quarta volta na curva um, quando perdeu o controle de sua Yamaha e caiu para 19º.

Sob um sol glorioso, o ritmo provou ser muito quente para Alex Marquez, que escorregou de sua Ducati e caiu de volta à terra após sua histórica pole na MotoGP e pódio na Argentina.

Ausente de Austin estavam Marc Márquez, sete vezes vencedor da pista, e Enea Bastianini, vencedor do Grande Prêmio da América do ano passado – ambos se recuperando de lesões sofridas na abertura da temporada.

não/mw

By Patricia Joca

"Professional troublemaker. Friend to animals everywhere. Social media expert. Dedicated analyst. Amateur entrepreneur."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *