A Apple voltou a tomar o posto de empresa mais valiosa do mundo, ainda que temporariamente, na última quinta-feira, 21/03, durante o dia de negociações nas bolsas dos Estados Unidos.

Ao longo do dia, a Apple chegou a ficar acima da Microsoft em valor de mercado, com seu valor atingindo US$ 916 bilhões contra US$ 908 bilhões da arquirrival. Com o passar das horas, as posições vieram a se inverter novamente, com a Microsoft valendo US$ 922,35 bilhões contra US$ 919,90 bilhões da Apple no fechamento do mercado.

Após alcançar a marca histórica de US$ 1 trilhão de valor de mercado, a Apple sofreu uma desvalorização rápida de suas ações, acompanhando outras empresas gigantes de tecnologia. A Microsoft conseguiu passar razoavelmente ilesa por esse momento de turbulência, o que explica sua posição privilegiada até agora.

A expectativa de que a Apple vai anunciar um serviço de streaming de vídeo para concorrer com a Netflix e os recentes lançamentos da empresa, com novos iPads, iMacs e AirPods animaram novamente os investidores.

A tendência é que agora que as duas mantenham essa briga parelha e alternem a liderança por algum tempo até que haja algum movimento claro do mercado em favor da Microsoft ou da Apple.