Agentes de segurança mexicanos sequestrados são libertados após três dias de buscas

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) – Dezesseis funcionários do Ministério de Segurança do Estado do México foram libertados nesta sexta-feira depois de terem sido sequestrados no estado de Chiapas, no sul do país, no início desta semana, disseram autoridades após uma busca de três dias.

“Todos estão bem”, disse um porta-voz do ministério.

Os funcionários, todos homens, foram sequestrados por um grupo armado em uma rodovia perto da capital do estado, Tuxtla Gutierrez, na terça-feira, depois de deixarem seus empregos, disseram as autoridades.

Mais de 1.000 funcionários federais e estaduais participaram da busca, e duas pessoas foram presas no início desta semana.

Os meios de comunicação locais mostraram imagens de famílias reunidas do lado de fora dos escritórios do ministério e chorando ao se encontrarem com os abduzidos. Uma mulher foi mostrada soluçando e gritando: “Obrigada, Senhor!”

Na terça-feira, um porta-voz do Ministério da Segurança de Chiapas disse à Reuters que os funcionários não eram policiais, mas funcionários administrativos, acrescentando: “Nada assim jamais aconteceu”.

Os funcionários sequestrados foram filmados logo após o desaparecimento, com os olhos no chão, lado a lado, enquanto um entregava a mensagem de que seriam libertados em troca de renúncias de altos cargos no ministério.

O ministério confirmou que as pessoas no vídeo eram os prisioneiros.

Os termos de sua libertação ainda não estão claros.

(Reportagem de Lizbeth Diaz; Texto de Isabel Woodford; Edição de Sarah Morland e Leslie Adler)

By Carlos Eduardo

"Fã de música. Geek de cerveja. Amante da web. Cai muito. Nerd de café. Viciado em viagens."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *